domingo, 6 de novembro de 2016

Mario vs Sonic.EXE 2

Hack Completa: 21 saídas
Emulador utilizado: ZSNES 1.51

As hacks do gênero creepypasta estão cada vez ficando mais famosas no site SMW Central, e hoje temos mais uma delas, a hack Mario vs. Sonic.EXE.

Provavelmente você conhece a creepypasta ''Sonic.EXE'', se não conhece já deve ter ouvido falar, recomendo entender a creppypasta antes de ver a review, que você pode ler em português resumida e muito aqui.

-Mas espera, essa hack é a segunda, cadê a primeira??


Optei por escolher a segunda por ser muito mais completa e muito mais remetente ao Sonic.EXE do que a primeira, a história da primeira hack não interfere muito na segunda, mas mesmo assim senti a necessidade de explicar a história da primeira hack, que é:

''Era um dia normal no Reino Cogumelo, mas não seria assim por muito tempo, depois de matar Tails, Knuckles e Robotnik, Sonic.EXE tem um novo alvo... MARIO!! Então Sonic.EXE capturou Yoshi, Peach e Luigi para atrair Mario e mata-lo''.
-Introdução da primeira hack

''Após salvar seus amigos da morte, Mario volta para casa!!  THE END''.
-Finalização da primeira hack

Agora, vamos finalmente para Mario vs. Sonic.EXE 2 , começando pela história:

''Um ano se passou após a derrota de Sonic.EXE, tudo parecia estar de volta ao normal, mas repentinamente o céu do Reino Cogumelo ficou negro e então, Sonic.EXE reapareceu, e matou TODOS os habitantes do reino''

''Mario precisa matar SONIC.EXE, reviver seus amigos e todos os habitantes do Reino Cogumelo''


Cadê a coragem nessas horas??

A hack foca em criar um ambiente mórbido e assustador (como qualquer hack de creppypasta).

Wall-jump e bosses customizados são as únicas mecânicas novas no jogo, o wall-jump foi mal explorado pelo autor, e os bosses customizados são personagens de Sonic e Mario estilo ''.EXE'', andando e voando em direções aparentemente aleatórias para tentar te matar.

Os gráficos são bons, pequenas alterações em paletas comuns do SMW (como: deixar canos destruídos, deixar o chão ensanguentado, etc.), inimigos comuns que apresentam olhos negros e ensanguentados, etc.

Os sons e músicas são bons, temos a icônica risada do Kefka Sonic.EXE, por exemplo. As músicas e combinam com o ambiente da hack, desde músicas baixas e tristes até músicas distorcidas para amedrontar mais ainda o jogador.

Dificuldade: 2.5/5
Só dificulta mesmo na hora dos bosses, de resto nem precisa de muito esforço para terminar.

Jogabilidade: 6/10
Definitivamente não é o ponto forte da hack, level design simples, mecânicas mal utilizadas, e batalhas com bosses desafiadores, mas um pouco bugadas.

Gráficos: 7.5/10
Paletas bem utilizadas, alterações simples em sprites já conhecidos, criam um ambiente muito diferente de SMW, mas não muito imertivo.

Música: 7/10
Das baixas e simples, até as assustadoras músicas distorcidas, normalmente combinam bem, mas tem certas horas que não combinam nem um pouco.

Mapa: 5,5/10
Simples até demais, não são tão mórbidos quanto as fases em si.

Criatividade: 9/10
Crosorvers no mundo das hacks são comuns até demais, mas normalmente são com personagens de outros jogos, é quase impossível ver uma com personagens de creepypasta.

Nota Final: 7
Boa hack de creepypasta, não passa aquela grande sensação de medo como outras hacks, mas boa gráficos e músicas bons criam um ambiente sem vida e mórbido.

3 comentários: