domingo, 16 de abril de 2017

A Yoshi's Story 2


Autor: CaptainDazz
Jogo finalizado - 16 saídas
Emulador usado na review: ZSNES v1.51
Jogo tem bug de música em emuladores mais novos

"Mouser está de volta e planeja destruir a ilha com uma bomba subterrânea. A míssão de Yoshi é impedi-lo de fazer tal façanha."

Tá, a história não é lá tão criativa assim, mas será que a hack é? Alguns meses atrás foi postada "A Yoshi's Story", cujo grande problema é o fato de ser repetitivo e extremamente longo. Vamos ver se está hack comete os mesmos erros ou se o autor foi mais cauteloso com esta hack.

Trata-se de mais uma mini-hack, desta vez com 16 saídas. Detalhe que não tem saída secreta nesta hack, então ela acaba sendo simples e direta. As fases não são longas, o que é um bom sinal, e o autor procurou variar um pouco mais nos gráficos e no level design em geral. Mesmo assim, esperava-se um pouco mais, porque em grande parte das fases, a forma de se progredir não muda muito. Não se usa muitos canos (exceto em uma única fase, só que o uso deles não faz muito sentido), e não existe puzzles nesta hack. Pelo menos, o jogo não é mais tão repetitivo, mas foi sentida a ausencia de checkpoints em diversos momentos da hack. O jogo tem prompt de save em grande parte dos levels, então não há necessidade de repetir grande parte do jogo em caso de game over. Os gráficos não são tão variados (nota-se um grande uso dos gráficos de cave story), mas na maior parte das vezes o autor acertou na combinação entre bg, fg e o clima das fases. Há algumas situações que a escolha das cores não foi muito feliz, pois elas dificultaram a enxergar os inimigos e algumas plataformas.


A dificuldade da hack é mediana, e grande parte das fases são bem tranquilas de se passar de primeira. Algumas fases são bem dificeis sem conhecer o level design do autor, tanto que em três ou quatro delas foi necessário reiniciar as fases diversas vezes para entender elas. Os bosses são bem genéricos, e alguns deles são bem estranhos de se encontrar nesta hack, como o clawgrip e o thwomp das bob-ombs (este é um dos bosses mais dificeis de se lidar, inclusive).

Em relação as músicas, as escolhas foram boas em geral. Foi bem interessante passar pelos levels ao som de touhou, yoshi's island e, obviamente, cave story. Inclusive percebe-se que o autor é um grande fã de cave story, por reproduzir um corredor icônico daquele jogo nesta hack.
Quem jogou cave story vai lembrar de algo parecido!




Dificuldade: 3/5
Bem tranquilo no geral. Só tomar cuidado com as três ultimas fases, das quais uma delas tem que contar com um pouco de sorte para passar.

Jogabilidade: 7/10
Não é muito boa por conta de algumas escolhas nos gráficos, alem de spam de inimigos em algumas das fases.

Gráficos: 7/10
Muito bons, mas poderiam ser melhores em diversos momentos.

Músicas: 8,5/10
Muito boas em geral. Não houve praticamente nenhuma repetição, então isso é muito bom.

O mapa: 7/10
Meh. Poderia ser mais criativo, mesmo estando dentro de uma caverna.

Criatividade: 7/10
A história é bem padrão, e o desenrolar dela não envolve muito o jogador. Alem disso, o encerramento desta hack foi bem fraco.

Nota final: 8/10
É uma boa hack para passar o tempo, mas a história não ajudou muito e não se foge muito do padrão. Mesmo assim, vale a pena jogar esta hack, pelo menos pra entreter um pouco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário