quinta-feira, 29 de junho de 2017

Super Luigi Arcade


Autor: zacmario
Hack finalizada (24 saídas)
Emulador utilizado: Snes9x 1.54

Vamos passar raiva com uma hack? Vamos sim!...
VAMOS SIM E NÃO TEM COMO VOLTAR ATRÁS

"Super Luigi Arcade" é uma hack que como o nome já dá a entender, simula um arcade (tanto que se você acabar em "Game Over" você vai ter que jogar tudo novamente). Não há muito o que falar sobre a hack porque ela é focada apenas nas fases, tanto que ela nem sequer incluí um mapa - você ao passar de uma fase, já começa em outra, assim como no primeiro Super Mario Bros., que aliás, não é a única similaridade com o jogo em questão.

Aparentemente a intenção da hack era de incluir elementos do SMB, tanto que não temos uma história (mas ainda temos a tela de bem-vindo!), não há mapa como antes mencionado, não há Item Box e você não pode voltar atrás.













Mas o que há de ruim na hack que me fez passar raiva jogando? A física/jogabilidade - ela é terrível nessa hack. Eu compreendo em parte que o autor quis replicar a jogabilidade no NES, mas isso deixou a hack muito mais difícil do que ela precisava ser, principalmente quando as fases parecem simples se a hack ainda tivesse a jogabilidade original. Isso deixou a hack muito frustrante e até injusta em muitos momentos em que você morre por escorregar para um buraco.

Fora isso, as fases na hack são relativamente curtas e a hack não demora para ser terminada. Ela utiliza os mesmos bosses do SMW exceto na última fase que usa o Bowser do SMB mas com um layout diferente para a sala. na boss battle final.

Infelizmente não há muito o que falar sobre a hack, então mais algumas screenshots antes das notas!




 Esse é o fim da hack mesmo! Não é brincadeira!


Dificuldade: 5/5
Artificialmente difícil eu diria. No caso, você não vai morrer por "ser ruim", mas porque a jogabilidade vai fazer você morrer várias vezes injustamente. Vai ser um ótimo teste de paciência.

Jogabilidade: 2/10
Não tenho vontade de jogar essa hack novamente, e não tenho mais nada a acrescentar do que eu já tenha reclamado anteriormente. Se ainda precisar de um resumo da jogabilidade em uma palavra; terrível.

Gráficos: 6/10
Gráficos do SMW na maior parte com poucas adições de custom em um estilo que combina ou de rips do Mario Maker que não fizeram tanta diferença assim.

Música: 7/10
 Achei a escolha de músicas no geral fraca, exceto nas fases de lava. Tirando isso, poderiam ter variado mais já que algumas são usadas com frequência, como o tema principal para fases Grassland.

Criatividade: 6/10
 A ideia de uma hack arcade é legal mas não é legal que após um "Game Over" você tenha que jogar todas as fases novamente. É impossível inserir moedas mas teria sido bom se uma opção to tipo existisse para que você voltasse apenas para o começo do mundo no qual morreu. Gostei que da maioria das características aderidas do SMB como a quantidade de fases por mundo e o que eu já mencionei no começo da postagem.

Nota Final: 5/10
É uma hack insana mas não no sentido bom. Ela teria sido muito melhor se a jogabilidade fosse a original (nesse caso, do SMW) pois assim o jogador não se frustraria tão rápido jogando a hack. Ela é difícil demais mas não por ser desafiadora, e sim porque é difícil manter controle do player, e isso não foi uma boa experiência. Não recomendo se você quer continuar sano.

Download

Nenhum comentário:

Postar um comentário